Turismo terapêutico cresce entre brasileiros  

O turismo é uma das atividades econômicas mais importantes do País. Com uma grande variedade de destinos e um perfil de turista cada vez mais exigente, o setor tem se reinventado para atender esse tipo de público que busca não apenas uma boa viagem, mas também deseja viver experiências inesquecíveis. É o caso do segmento “turismo terapêutico” conhecido também como de “bem estar”, cada vez mais procurado pelos brasileiros.

A terapeuta Cristina Longhi, que possui grande experiência na modalidade, organiza grupos interessados neste nicho de mercado. A especialista esclarece que “é uma forma de viagem que funciona como um divisor de águas na vida da pessoa, que voltará diferente por vários motivos”, e acrescenta “trata-se de um encontro que o indivíduo faz consigo mesmo, numa espécie de ritual de passagem entre o EU de antes da viagem e o novo EU que voltará. Na experiência, as pessoas relatam voltar diferentes por descobrir alguma coisa ou resolver algo importante, além de desfrutarem de lugares encantadores pelo mundo”, disse.

Durante ao passeio, Cristina explica  que os participantes passam por atividades individuais ou em grupo com a (o) terapeuta como o objetivo de aprenderem quem são e a se colocarem em primeiro lugar, passando assim a entender melhor o mundo a sua volta. “Essas atividades envolvem conversas, exercícios de autoconhecimento baseados em técnicas de hipnose, programação, neurolinguística além de exercícios biográficos”.

Em crescimento – O proprietário da agência Savage Viagens, Weling Thom, trabalha com turismo terapêutico há vinte e dois anos. Ele conta que o segmento cresceu 10% a 15% no país, segundo pesquisa do SINTUR (Sindicato do Turismo). “A demanda pode parecer pouca, mas é crescente. Fora o grande conhecimento dos procedimentos dentro do mundo físico que envolve serviços, receptivos, guias, hotelaria, aéreos, trabalhar com este nicho exige muitos conhecimentos metafísicos para atender as diferentes buscas de cada facilitador e seus amigos viajantes”.

Ele conta que o público interessado neste segmento reúne pessoas com idade média de trinta anos, que pertence a classe A e B. “Já tivemos caso de um idoso de 92 anos interessado no serviço”, disse e complementou.  “A grande maioria que vive essa experiência volta a viajar conosco”. Entre os destinos mais procurados, Weling destaca os países místicos, como Egito, Peru e Índia.

O custo médio de um roteiro básico com um acompanhamento de um facilitador e guias locais especializados, já inclusos despesas aéreas e terrestres, gira em torno de R$ 12 mil reais.

 

Próximas saídas:

Turquia Vivências e Tesouros Milenares – grupo Cristina Longhi (terapeuta)

Quando: Maio – 2018

Duração: 11 dias

VALORES POR PASSAGEIRO / BASE APTO. DUPLO.

AÉREO + TERRESTRE: a partir de EUR 2.732,00 + Txs de embarque

Para apto. Single – adicional de U $ d.360,00

Parte Terrestre: EUR 1.798,00 (Formas de pagto: em 06X de EUR 300.00 – de novembro de 2017 a abr / 2018)

Parte Aérea: a partir de EUR 934,00 + Taxas de emb.

(Pagamento do aéreo: entre 3 a 2 meses da viagem, em 05X sem juros / fixas em Reais nos cards of credito)

* Assistência na internet, aeroportos / hotel / aeroporto.

* Alojamento 10 noites em quarto duplo nos hotéis indicados ou similares.

* 10 cafés de manhã, 8 almoços e os 7 jantares estão inclusos nos hotéis, exceto em Istambul que o jantar é livre.

* Como visitas mencionadas sem itinerário

* Acompanhamento de guia local em idioma português durante o circuito.

* Circuito em ônibus de turismo (modelo depende do tamanho do grupo)

* Seguro viagem.

* Kit Savage.

Tudo incluído

* Gratificações na guia e ao motorista,

* Bebidas durante almoços e jantares, cobrado extra,

* Tudo o que não é devidamente especificado em ‘serviços incluídos’.

* A ordem das visitas pode ser alterada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »