Secretários do Turismo reivindicam regulamentação de cassinos e fortalecimento da Embratur

 

Durante audiência do Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes Estaduais de Turismo (Fornatur) com deputados federais, nesta quarta-feira (18), em Brasília, foram discutidos temas emergenciais para o setor. Entre eles, os projetos de lei relativos à regulamentação dos cassinos e à nova Embratur, ambos em tramitação no Congresso.

“Foi possível mostrar a relevância destas questões para a economia, geração de emprego e crescimento da atividade turística. E, desta forma, pleitear aos parlamentares a aprovação das propostas com a maior brevidade possível”, afirmou o secretário do Turismo da Bahia, José Alves, após a reunião na Câmara Federal, com a presença de representantes de 25 estados brasileiros.

De acordo com os projetos em tramitação no Congresso, os cassinos só poderão funcionar em complexos turísticos que contenham hotel de luxo, shopping, restaurantes e áreas de shows e entretenimento. “O cassino vai movimentar de 25% a 30% da receita, e o restante está associado às demais atividades”, disse o subsecretário do Turismo da Bahia, Benedito Braga.

Os secretários do Turismo argumentaram também em defesa do projeto de lei que transforma a Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) em um serviço social autônomo. A aprovação do projeto, enviada pelo governo à Câmara dos Deputados, permitirá que a Embratur atue como uma agência, nos moldes da Apex, trazendo mais agilidade e flexibilidade na gestão, o que resultará em mais promoção para atrair um número muito maior de turistas internacionais para o Brasil.

Categories: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »