São José dos Campos, muito mais do que Turismo de negócios e tecnológico

Maisa (AGCTUR), Jovita Villela (Vale Recptivo), Ângela Savastano (Museu do Folclore), Maria Marques (Convention & Visitor Bureau SJC), Nazira Madureira (Diretora de Turismo SJC), Elaine Cristina e Mônica Fernandes (Caminhos & Roteiros) e Cristina Lira. (Foto: Marcos IVan)- canal 39

Quando se ouve falar em São José dos Campos, de longe vem logo a idéia de que a cidade, uma das mais importantes da região do Vale do Paraiba(SP), se concentra somente no turismo tecnológico. Com um pólo forte de empresas, é hoje uma das mais importantes regiões de negócios do país.  Eu mesma, estive há anos numa visita num press trip e achei uma cidade pólo de atrativos e belezas naturais, e na ocasião pude visitar o CTA. O município agrega grandes indústrias dos setores aeroespacial, telecomunicação e automotivo.É sede de alguns dos mais importantes instituto de pesquisa cientifica do país, entre eles destacam-se  o Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA), o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e o Comando Geral de Tecnologia Aeroespacial (CTA).

No periodo de 20 a 24 de fevereiro, estive acompanhando grupo de jornalistas num press trip na região do Vale do Paraiba, e no dia 24 o destino foi Lorena pela manhã e São José dos Campos.  Em SJC, fomos acompanhadas pelas guias Elaine Cristina dos Santos e Mônica Fernandes, da agência Caminhos e Roteiros para um dia de atividades pela famosa cidade. Um dos passeios foi ao Parque da Cidade, com um vasto jardim, com diversas espécies da fauna nacional, como capivaras, macacos, esquilos e garças que desfilam ao redor dos dois lagos e dos jardins projetados pelo paisagista Roberto Burle Max (1909 – 1994). O Parque da Cidade, é um lugar procurado pelos moradores da cidade em busca da natureza , do ar livre e da tranquilidade . O Parque tem pistas de caminhada e totalizam aproximadamente 2 mil metros quadrados de extensão e está sob os cuidados do SEMEA(Secretaria de Meio Ambiente da PMSJC). É aberto diariamente , das 5h30 às 18h30- Entrada gratuita.

Em seguida fomos visitar o Museu do Folclore, e tivemos a companhia da senhora Angela Savastano, que nos levou a um mundo de mágico, passando por todas as alas do museu. O museu é uma instituição que divulga o folclore da cidade e da região por meio do de desenvolvimento de atividades, encontros e exposições que apoiam e estimulam grupos folclóricos. Possui uma biblioteca com acervo completo por livros sobre diversos assuntos estudados pelo folclore, documentação, vídeos, fotos e gravações de manifestações populares, festas cíclicas, cívicas , religiosas entre outras. Localizado dentro do Parque da Cidade . Lá já nos esperava a diretora de turismo da SJC, Maria Marques do Convention Bureau. O grupo dos jornalistas foi acompanhado por Maria Jovita Vilela do Projeto Vale Receptivo e Maisa da Agctur. Os jornalistas foram recepcionados com um lanche bem tipico no final da tarde com bolo, banana com paçoca (algo bem diferente para mim que sou do nordeste),entre tantas coisas deliciosas.  Depois os jornalistas tiveram a oportunidade de visitar o INPE- Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, e foram recebidos pelo gerente de relações empresariais, Ciro Hernandez e foram conduzidos a uma visita técnica.

 

Sobre o INPE

Produzir ciência e tecnologia nas áreas espacial e do ambiente terrestre e oferecer produtos e serviços singulares em benefício do Brasil.

Visão

Ser referência nacional e internacional nas áreas espacial e do ambiente terrestre pela geração de conhecimento e pelo atendimento e antecipação das demandas de desenvolvimento e de qualidade de vida da sociedade brasileira.

Valores

Com base em princípios de ética, transparência e integridade, o INPE defende, preserva e promove um conjunto de valores que orientam continuamente suas estratégias e ações:

Excelência: eficácia, eficiência, efetividade, qualidade e pioneirismo na execução de suas atividades.
Pluralidade: respeito à diversidade de idéias e opiniões e estímulo à criatividade em harmonia com a missão institucional.
Cooperação: valorização das alianças institucionais para compartilhar competências, definir e atingir objetivos comuns.
Valorização das pessoas: reconhecimento de que o desempenho do Instituto depende do desenvolvimento, da valorização, do bem-estar e da realização profissional do seu capital humano.
Comprometimento: compromisso dos profissionais com o atendimento dos objetivos institucionais e com a realização de propósitos comuns e duradouros.
Comunicação: interação permanente com a sociedade para atendimento de suas necessidades e divulgação dos resultados do Instituto, facilitando o acesso à informação, produtos e serviços gerados.
Responsabilidade sócio-ambiental: atuação balizada pela ética, pela transparência e pelo respeito à sociedade, ao ambiente, à diversidade e ao desenvolvimento sustentável.

 

Entre os objetivos:

Ampliar e consolidar competências em ciência, tecnologia e inovação nas áreas espacial e do ambiente terrestre para responder a desafios nacionais.
2 – Desenvolver, em âmbito mundial, liderança científica e tecnológica nas áreas espacial e do ambiente terrestre enfatizando as especificidades brasileiras.
3 – Ampliar e consolidar competências em previsão de tempo e clima e em mudanças ambientais globais.
4 – Consolidar a atuação do INPE como instituição singular no desenvolvimento de satélites e tecnologias espaciais.
5 – Promover uma política espacial para a indústria visando atender às necessidades de desenvolvimento de serviços, tecnologias e sistemas espaciais.

 

Depois da visita, seguimos para o Parque Vicentina Aranha. O sanatório Vicentina Aranha  foi o primeiro a ser construido na cidade de São José dos Campos e um dos primeiros do país. Devido a Santa Casa da Misericórdia de São Paulo não poder mais comportar a quantidade de doentes  tuberculosos, além da necessidade de isolamento que a doença requeria, sentiu-se a necessidade de construir  um hospital afastado da capital. E hoje é um extenso bosque arborizado com espécies raras  e centenárias como mogno,  peroba rosa e jequitibá, alguns animais características da regiao como a galinha d´angola , somada as atividades culturais  ali promovidas, torna o lugar extremamente convidativo para caminhadas e lazer em familia. O local também recebe atividades artísticas e culturais frequentemente. O projeto é do renomado arquiteto Ramos de Azevedo e foi inaugurado em 1924.

 

CAFÉ CAIPIRA

Já a noite uma surpresa nos esperava, um farto café caipira, com uma toalha muito linda, e na mesa florida com quitutes  da região, como o João Deitado, doce de milho, enrolado numa folha de bananeira, algo que vale a pena degustar. E tivemos o acompanhamento de toda a equipe do turismo, coordenada por Nazira que conversou com todos sobre o Turismo, o potencial da região, e que está de braços abertos para receber novas ações e promover eventos que venham a somar . O press trip fechou com chave de ouro com este lanche, brunch e praticamente um jantar com tantas delicias da região, além de sucos regionais, entre tantas coisas gostosas, algo encantador.

Segundo a guia Mônica Fernandes,o café caipira é oferecido conforme desejo do cliente. “Temos clientes que solicitaram além do city tour, um sarau de poesia no Vicentina, Chorinho, Sax, música caipira, contadores de “Causos”, “Causos”de Assombração com café tropeiro, João Deitado e bolinho caipira, etc. Sempre tentamos fornecer o que o cliente deseja. Já tivemos inclusive mesa de queijos e vinhos e patês e torradas com champagne. Procuramos um atendimento super vip ,porque ao terminar o city tour, os clientes geralmente solicitam informações onde lanchar.” Segundo Mônica,no outono e inverno são oferecidos também caldinhos . Já em maio, há um city tour finalizado com caldinhos, uns três tipos . Este será também no Vicentina às 18hs  . Tanto o Vicentina, como o Parque da Cidade oferecem uma variedade de opções, desde pic nic no Parque da Cidade e terminando o city tour lá. “Procuramos inovar sempre , desde os guias até a composição dos roteiros. Temos inclusive guia em persa, que temos que agendar com antecedência para atender algum grupo”, finalizou.

 

 

Categories: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »