Salvador perde mais de R$ 1,2 bilhão sem Centro de Convenções 

Prefeito ACM Neto e Paulo Gaudenzi

 

Números foram divulgados pela Salvador Destination durante evento em comemoração ao Dia Mundial do Turismo, realizado na noite desta quarta-feira,11, no Hotel Sheraton da Bahia.

Desde 2015, quando o Centro de Convenções da Bahia fechou as portas, Salvador perdeu mais de 250 mil visitantes, o que significou um prejuízo de R$ 720 milhões. Sem perspectiva de ter um espaço em pleno funcionamento até 2019, estima-se que a perda econômica supere R$ 1,2 bilhão. Os números consideram a realização, no período, de apenas dois eventos por mês no Centro de Convenções, com cerca de 3,5 mil participantes cada, meta que já foi alcançada em outros tempos, observou o presidente da Salvador Destination, Paulo Gaudenzi, no evento em comemoração ao Dia Mundial do Turismo, realizado na noite desta quarta-feira, 11, no Hotel Sheraton da Bahia.

Para uma plateia formada por empresários do turismo e autoridades, Gaudenzi destacou o esforço da Salvador Destination e de seus 51 parceiros para tentar reverter a crise no segmento de eventos, filão do turismo mundial. Com três anos de atuação, a entidade confirmou a realização de 68 eventos na cidade, o que representou a vinda de mais de 44 mil visitantes e um incremento na economia superior a R$ 128 milhões, números que tem ajudado a elevar a taxa de ocupação da rede hoteleira, com o incremento de 132 mil pernoites.

Presente na comemoração, o prefeito ACM Neto foi enfático. “A prefeitura não vai ficar mais assistindo essa novela do Centro de Convenções sem agir. Estamos preparados para enfrentar este problema. Não vamos permitir que daqui a um ano este seja mais um problema para Salvador”, disse sem entregar detalhes do que vem sendo planejado pela prefeitura. “É mais um ano para celebrar a parceria com a Salvador Destination, uma parceria que confio muito pelos resultados que traz à cidade”, destacou Neto, adiantando também a campanha de promoção da cidade que a prefeitura está preparando para divulgação no Brasil e no exterior.

PROMOÇÃO – Para atingir os números acima, a Salvador Destination promove ao longo do ano eventos com empresários, empresas organizadoras de eventos, agências de visitors do país e do estrangeiro, networking com dirigentes de associações e press trips nacional e internacional, ações que tem contado com a parceria da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult).

A promoção do destino é outra das ações da Salvador Destination. A entidade, que já publicou um roteiro cultural (em três idiomas) e editou o único mapa com atrações da capital baiana para distribuição gratuita entre os turistas, lança, em novembro, um mapa exclusivo sobre o Centro Histórico, com um vídeo promocional da área, focando toda a riqueza cultural existente no interior de suas igrejas, museus e casarões. Em dezembro, será a vez da Costa de Itapuã ganhar também um mapa com seus atrativos.

 

Durante o evento em comemoração ao Dia Mundial do Turismo, encerrado com o tradicional caruru, o presidente do Conselho Baiano de Turismo (CBTur), Roberto Duran,  prestou homenagem a personalidades que trabalharam em prol do turismo baiano e nacional, como Carlos Casaes (Abrajet), José Baracho (Abav), Guilherme Gomes (Sindicato de Hotéis, Bares e Restaurantes), Ernani Pettinati e Marcelo Gomes (estes dois últimos in memoriam).

 

Categories: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »