Projeto da Costa de Itapuã aguarda aprovação do BID

O Secretário Municipal de Cultura e Turismo, Claudio Tinoco, reuniu-se, ontem (11), com hoteleiros da Costa de Itapuã para informar o andamento do projeto de requalificação do trecho entre Itapuã, Stella Maris, Praia do Flamengo e Ipitanga.
O documento está em fase de projeto executivo e aguarda a aprovação do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), já que será executado por meio do Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo em Salvador (Prodetur). A ideia, segundo Tinoco, é colocá-lo em prática após o início da requalificação da Avenida Sete de Setembro.
O gestor explica que a Costa de Itapuã possui um polo hoteleiro importante e foi transformada em Zona de Interesse Turístico (ZIT) no Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano do Município de Salvador (PDDU) 2016.
“Com o objetivo de estimular o desenvolvimento integrado da região, quatorze hotéis se uniram para instituir a Costa de Itapuã, representando mais de 2.200 apartamentos e 4.400 leitos. O projeto da Prefeitura, por orientação do Prefeito ACM Neto, vem fortalecer a infraestrutura e tornar a região um grande destino turístico”, frisa Tinoco.
Vice-presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis da Bahia, Renata Prosérpio comenta que a Costa de Itapuã reúne renomadas redes regionais, nacionais e internacionais de hotéis. Isso porque a região possui praias paradisíacas; patrimônios culturais que inspiraram artistas como Vinícius de Morais, Dorival Caymmi e Jorge Amado; e gastronomia de alto nível. Além de um clima rústico, que inspira o descanso e o lazer.
“Muitos turistas vão para o Litoral Norte sem saber que a 10 minutos do aeroporto tem locais que não deixam a desejar em nada a essa região. Há praias maravilhosas na Costa de Itapuã. Sem contar que é possível visitar museus e igrejas expressivas em meia hora, no Centro Histórico. Enquanto que no Litoral Norte, os visitantes ficam restritos às praias. A requalificação será importantíssima para o avanço turístico dessa região”, defende Renata.
Durante a reunião, a presidente da Fundação Mario Leal Ferreira, Tânia Scofield, também apresentou aos hoteleiros detalhes do projeto para a região do Farol de Itapuã.
Segundo Tânia, o projeto possui 475 m de extensão e 17.500 m². No local, será implantado um calçadão de seis metros de largura, que comportará ciclovia, quiosques, módulo de salva-vidas, sanitários, equipamentos esportivos e mobiliário urbano.

Categories: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »