Prefeito representa Natal na solenidade de canonização dos mártires do Rio Grande do Norte

O prefeito Carlos Eduardo acompanhou neste domingo (15) na Praça São Pedro, no Vaticano, a cerimônia de canonização dos Mártires de Cunhaú e Uruaçu. Ele representou Natal acompanhado da primeira dama e secretária de Políticas para as Mulheres, Andrea Ramalho, e da secretária de Turismo, Christiane Alecrim. No bairro de Nazaré, em Natal, foi criada em 2009 a paróquia do Santuário dos Mártires de Cunhaú e Uruaçu, a segunda maior igreja da cidade, atrás apenas da Catedral Metropolitana.

“Nossa administração sempre valorizou as manifestações religiosas que constituem um dos pilares da formação de nosso povo e a canonização dos mártires é um motivo de júbilo e alegria para a nossa cidade que já nasceu na data magna do cristianismo, 25 de dezembro, nascimento do Menino-Deus e fato que dá significado ao próprio nome da cidade”, diz o prefeito Carlos Eduardo.

Christiane Alecrim, secretária de turismo de Natal

A secretária de Turismo, Christiane Alecrim, destaca que o turismo religioso é hoje vertente dessa atividade que cresce em todo o mundo e Natal, pela sua vocação natural para o turismo, também pode se inserir nesse contexto. Ela conta que recentemente foi lançado o roteiro religioso para visitação dos turistas que inclui as igrejas de Nossa Senhora de Lourdes, Rosário, Bom Jesus das Dores, Santuário dos Mártires de Cunhaú e Uruaçu, Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, Nossa Senhora da Apresentação (antiga Catedral), Igreja de Santo Antônio, São Pedro Apóstolo e a Catedral Metropolitana de Nossa Senhora da Apresentação.

Andrea Ramalho lembrou que acompanhou o prefeito Carlos Eduardo em apoio à Arquidiocese de Natal na visita que o arcebispo Dom Jaime Vieira Rocha fez ao Vaticano em 2015 para formalizar o pedido de canonização dos beatos-mártires de Cunhaú e Uruaçu. “Ali foi um passo importante que resultou no dia de hoje com a cerimônia em que o Papa Francisco canonizou os beatos André de Soveral e Ambrósio Francisco Ferro, junto a Mateus Moreira e outros 27 leigos que enfrentaram a morte pela fé em Cristo”.

Para o prefeito Carlos Eduardo, é simbólico o fato de a canonização ter sido decretada pelo Papa Francisco, um líder religioso que vem se notabilizando por ter abraçado algumas causas e defendido posturas como a necessidade do diálogo entre as religiões para se alcançar a paz. “Os mártires de Cunhaú e Uruaçu morreram pela sua fé, vítimas da intolerância religiosa entre calvinistas e católicos que encobria no fundo uma disputa política e econômica entre holandeses e portugueses no domínio das colônias de além-mar e essa mensagem de diálogo e necessidade de tolerância e respeito mútuo está mais atual do que nunca na pauta mundial nos dias de hoje”, analisa o prefeito.

Na volta a Natal, o prefeito já confirmou presença também na missa em ação de graças a ser rezada pelo Núncio Apostólico do Brasil Dom Giovanni D’Aniello, na Basílica dos Mártires, no bairro de Nazaré, no próximo dia 29, às 10 horas. “Será mais um ato para o fortalecimento da fé em louvor daqueles que doaram suas vidas na defesa da sua crença, enfim, uma homenagem aos primeiros santos mártires do Brasil”.

PREFEITURA INVESTE NO TURISMO RELIGIOSO

A Secretaria de Turismo de Natal acredita que a cidade tem um bom potencial para criar um roteiro de turismo religioso. O roteiro Natal Sagrado e Histórico envolve várias igrejas locais com potencial de atrair visitação, seja pelo aspecto religioso, seja pela arquitetura histórica. Um exemplo é a Igreja Nossa Senhora de Lourdes, em Petrópolis, onde estão os restos mortais do Padre João Maria, ou a Catedral Metropolitana de Natal, que tem uma arquitetura moderna e arrojada e tem na sua cripta um local de oração usado pelo Papa João Paulo II, reconhecido santo pela Igreja Católica após sua morte e uma pequena exposição de objetos utilizados por ele na sua visita a Natal.

O roteiro inclui ainda as Igrejas do Bom Jesus das Dores (Ribeira), Nossa Senhora do Rosário dos Pretos (Cidade Alta), Nossa Senhora da Apresentação (Cidade Alta), Igreja de Santo Antônio (Cidade Alta) e a Igreja de São Pedro, no Alecrim.

Segundo a secretária de Turismo, esse roteiro será ampliado com a inclusão do Santuário dos Mártires no bairro de Nazaré e com a inclusão da visitação à réplica da capela de Fátima no conjunto Parque das Dunas. A construção da réplica da capelinha da aparição de Nossa Senhora de Fátima foi autorizada pelo bispo local em 2015 atendendo solicitação do arcebispo Dom Jaime Vieira Rocha e também formalizada pelo prefeito Carlos Eduardo.

Para o secretário do Arcebispado da Arquidiocese de Natal, padre Francisco Fernandes, o ponto central de toda peregrinação religiosa é a Catedral Metropolitana. Segundo o religioso, o sentido teológico da Catedral é a ideia da tenda armada no meio do povo, no coração da cidade. De lá, deve partir o roteiro religioso a ser implementado em parceria com empresas especializadas em receptivo.

Categories: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »