O Mundo Islâmico” reunirá os principais intelectuais do Brasil e promete semana recheada de aulas e mesas de debates sobre o Islam

 Entre os dias 4 e 8 de dezembro, a Federação das Associações Muçulmanas do Brasil -FAMBRAS realizará a quinta edição do curso “O Mundo Islâmico”. A novidade fica por conta das mesas de debates, que trarão discussões que vão do contexto mercadológico às relações dos países de maioria muçulmana com o resto do mundo. Jornalistas ainda podem se inscrever gratuitamente no evento

 

São Paulo, 21 de novembro de 2017 – O Islam é uma religião compatível com a modernidade? Qual é o impacto da mídia nas relações com o Islam? Qual é o papel do diálogo inter-religioso na busca pela cultura de paz mundial? O direito islâmico é soberano ao direito internacional? Existe um feminismo islâmico? Afinal, como surgiu o autodenominado ‘Estado Islâmico’? Qual é o potencial do mercado Halal?

Se ao menos uma dessas questões lhe deixou curioso, você deve conhecer o curso “O Mundo Islâmico”, que será realizado entre os dias 4 e 8 de dezembro no Instituto Rio Branco, em Brasília, e responderá todas elas – e muitas outras.

Realizado pela Federação das Associações Muçulmanas do Brasil – FAMBRAS, em conjunto com o Ministério das Relações Exteriores e o Instituto Rio Branco, o curso chega à quinta edição, com novidades: mesas de debates que prometem esclarecer ainda mais as dúvidas dos participantes – e, talvez, levantar outras tantas. “Incluir as mesas de debates sempre foi uma ideia nossa, mas, pelo tempo corrido para tanto conteúdo, nunca tentamos realizá-las”, diz Ali Zoghbi, Vice-Presidente da FAMBRAS.

O curso “O Mundo Islâmico” é destinado exclusivamente aos alunos do Instituto Rio Branco, aos diplomatas de diferentes países de Embaixadas no Brasil, a funcionários do Ministério das Relações Exteriores e a autoridades e servidores de ministérios e órgãos do Governo Federal. Ele é realizado com a intenção de esclarecer aos profissionais sobre as peculiaridades dos países de maioria muçulmana – principalmente no que tange ao universo Halal, para que o governo brasileiro amplie suas relações diplomáticas e comerciais com tais países.

Neste ano, entretanto, há vagas para jornalistas convidados, de editorias compatíveis ao tema, que se dispuserem a ir a Brasília com real interesse de explorar o evento e seus temas. “O conteúdo é riquíssimo, uma verdadeira extensão universitária, porque os professores são os intelectuais mais bem conceituados em suas áreas de atuação”, defende Zoghbi.

O programa do curso “O Mundo Islâmico” é dividido em cinco módulos, com grandes temas:

Módulo I – Religião, Princípios e Estrutura Doutrinária

 

Módulo II – História Civilizacional Islâmica

1ª Mesa de Debates sob o Tema: O Islã e sua compatibilidade com a modernidade

 

Módulo III – Geopolítica, o Islã e a contemporaneidade

2ª Mesa de Debates sob o Tema: As narrativas midiáticas e seus impactos na relação com o Islã

 

Módulo IV – Geopolítica, o Islã e a Segurança

3ª Mesa de Debates sob o Tema: O diálogo inter-religioso como instrumento para uma cultura de paz e seu papel na crise mundial

 

Módulo V – Islã: Economia, mercado e comércio internacional

Serão 14 professores de diversas universidades renomadas, tanto no Brasil quanto no exterior: Ali Hussein El Zoghbi (Vice-Presidente da FAMBRAS); Ali Mazloum (juiz federal e docente na UNILISBOA); Ângela Martins (Chief Representative Officer no National Bank of Abu Dhabi para a América Latina e docente no INSTITUTO MAUÁ); Arlene Clemesha (docente na USP, será mediadora em uma das mesas de debates); Fernando Luz Brancoli (docente na UFRJ e na Université Paris 1 Panthéon Sorbonne); Francirosy Campos Barbosa (antropóloga e docente na USP); Mateus Sampaio Soares de Azevedo (historiador e docente na USP); Mohamed Ezz El-Din Mostafa Habib (docente na UNICAMP e Presidente no Instituto da Cultura Árabe – ICArabe); Rubens Hannun (presidente da Câmara de Comércio Árabe – CCAB); Michele Villadal (auditora na FAMBRAS HALAL); Andrew Patrick Traumann (Professor Doutor na UNICURITIBA); Jamil Ibrahim Iskandar (Professor Doutor na UNIFESP); Murilo Sebe Bon Meihy (Professor Doutor na UFRJ) e Paulo Gabriel Hilu da Rocha Pinto (Professor Doutor na UFF).

Também haverá seis palestrantes convidados: Diogo Bercito (jornalista da Folha de São Paulo); Marcelo Lins (jornalista da Rede Globo); Majeda Ahmad Qasim Omar Royal (Institute for Inter-Faith Studies); Renaih Hanna Saleh Hatter (Royal Institute for Inter-Faith Studies); José Arbex Jr. (jornalista, PUC – SP), Alexandre Feitosa (Comandante da Marinha do Brasil).

Sobre a FAMBRAS

A Federação das Associações Muçulmanas do Brasil – FAMBRAS foi fundada em 1979 pelo Hajj Hussein Mohamed El Zoghbi. A entidade atua nos âmbitos religioso, social, econômico e diplomático, com projetos que visam a divulgação do Islam. A Federação também foi pioneira na implantação do conceito Halal no Brasil, se configurando como a mais importante certificadora do país.

A entidade foi criada com o intuito de fortalecer e unificar as associações muçulmanas atuantes no país para que elas se mantivessem comprometidas com as causas ligadas à comunidade islâmica, como a acolhida aos irmãos necessitados e a manutenção das práticas do Islam.

Nas áreas educacional e assistencial, a FAMBRAS atua de maneira exemplar, tanto em benefício da comunidade muçulm

ana quanto das comunidades carentes brasileiras, com projetos que propiciam o conhecimento do Islamismo como uma religião de paz e solidariedade.

Sobre a FAMBRAS Halal

A FAMBRAS Halal é a primeira instituição certificadora Halal do Brasil, em operação desde 1979. Líder de mercado, atua com auditorias, abate, inspeção, supervisão de produtos e implantação do Sistema de Garantia Halal junto a indústrias e frigoríficos.

Categories: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »