O impacto dos combustíveis alternativos no futuro da aviação

 

Hoje em dia, vemos mais e mais carros com algum tipo de motor elétrico. Alguns são totalmente elétricos enquanto outros são híbridos, com uma parte alimentada por eletricidade e outra por combustíveis fósseis. A grande questão, que a KLM vai ajudar a esclarecer agora, é: algum dia veremos aviões comerciais, aqueles que carregam passageiros mesmo, alimentados por eletricidade?

Atualmente
As aeronaves de hoje são, obviamente, alimentadas por combustíveis fósseis, que são finitos e têm uma outra desvantagem: as emissões de CO2. Por isso, o mundo está atrás de alternativas viáveis. E junto com vários parceiros, a KLM está liderando a busca da aviação por fontes de energia alternativa, como o biocombustível.

Os desafios
A fonte de energia para propulsão terá uma mudança a longo prazo. Motores alimentados por energia elétrica soam bastante promissores, mas há alguns (grandes) desafios tecnológicos a serem superados, sendo um deles a potência exigida do motor. Mais especificamente: não temos ainda um motor elétrico equivalente à potência do motor de turbina.

Há também a questão do armazenamento de energia. Um litro de querosene contém muito mais energia potencial do que aquela que as baterias conseguem armazenar. Mas há esforços em andamento para uma solução brilhante! É particularmente impressionante o projeto de Impulso Solar da dupla suíça Bertrand Picard e André Borschberg.

Voos por energia solar
O Impulso Solar é impulsionado por motores elétricos de hélice que são alimentados por painéis solares. Uma aeronave completou um voo ao redor do mundo em 2016, uma jornada de 40 mil quilômetros, com diversas paradas pelo caminho.

O objetivo do voo era divulgar a energia reutilizável, que é parte de uma consciência crescente sobre energia que vem se espalhando pelo mundo. Além disso, o voo confirmou que o transporte aéreo de energia solar, em princípio, é possível.

Você ficaria a bordo de um avião elétrico?
Muita gente, com certeza, estaria no começo da fila! Como já foi dito, há ainda desafios técnicos importantes a serem superados, então é muito difícil dizer se a propulsão elétrica é uma opção viável para aviões grandes de passageiros. Uma coisa é certa: muita pesquisa tem sido feita nessa área. É uma tendência importante na indústria da aviação, com vários combustíveis alternativos sendo pesquisados, como hidrogênio, gás natural líquido, biocombustíveis ou até modelos híbridos.

Estes preveem uma combinação de um motor de turbina muito poderoso, que fornece a potência necessária para decolagem, combinado com um segundo motor, que pode ser alimentado eletricamente, e que seria usado na altitude de cruzeiro, onde é necessário menos energia.

Biocombustíveis e a frota aérea do futuro
KLM vem trabalhando duro para modernizar sua frota. Um ótimo exemplo é o Boeing 787 Dreamliner, cujos motos gastam 20% menos combustível e emitem 20% menos CO2 que seus antecessores. A companhia aérea também tem feito progresso com o uso de biocombustíveis. É um desafio e tanto, mas obviamente a holandesa está gradualmente dando forma à cadeia logística necessária para o uso de biocombustível em todo o mundo.

Se essa tecnologia é tão necessária, porque demora tanto para se desenvolver?
A resposta é simples: nenhum outro setor de transportes se iguala aos esforços do transporte aéreo para desenvolver iniciativas tecnológicas. A aviação comercial é única nesse sentido. Quando uma ideia é considerada plausível para desenvolvimento, o trabalho real já é iniciado. O que vem depois é um longo processo de certificação e ajustes finos de tecnologias e sistemas até que o projeto seja declarado pronto para voar! É um processo importante pois assegura os altos padrões de segurança que essa indústria tem alcançado ao longo dos anos.

A curto prazo
Nos próximos anos, é possível prever que fabricantes de motores deixarão seus projetos atuais ainda mais eficientes e silenciosos, aplicando novos materiais e aperfeiçoando ainda mais as turbinas. Também veremos mais tipos híbridos de propulsão aparecendo no mercado.

Uma coisa é certa: a KLM está atenta a todas essas novidades e desenvolvimentos!

Categories: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »