io de Janeiro é a cidade que os americanos mais visitarão neste verão

Dados da Visa revelam quais os destinos mundiais em alta entre os viajantes da América do Norte

 

Os viajantes norte-americanos seguirão para o sul neste verão. Rio de Janeiro, Buenos Aires e Vale do Aburrá, na Colômbia, são os destinos de viagem mais em alta, apontam os dados da Visa International Travel (VISIT)*. Os Jogos Olímpicos Rio 2016 poderiam explicar a alta popularidade do Rio e suas cidades vizinhas, mas os dez destinos mais em alta criam um retrato mais global. Vejam a lista completa:

 

Nº1.                      Rio de Janeiro, Brasil

Nº2.                      Buenos Aires, Argentina

Nº3.                      Vale do Aburrá, Colômbia

Nº4.                      Salerno, Itália

Nº5.                      Lisboa, Portugal

Nº6.                      Tulum, México

Nº7.                      Krabi, Tailândia

Nº8.                      Cartagena, Colômbia

Nº9.                      Nápoles, Itália

Nº10.                  Chiang Mai, Tailândia

 

A metodologia

A base de dados Visa International Travel (VISIT) é um modelo exclusivo e próprio que combina dados de portadores de cartão da Visa e estatísticas de chegadas internacionais publicamente disponíveis. A base de dados propicia uma visão ampla dos fluxos de viagem internacionais de alta frequência, abrangendo os 82 principais países de origem e destino que, juntos, respondem por mais de 80% das viagens no mundo.

Os dados da VISIT combinam contagens únicas de portadores do cartão Visa que registram uma transação presencial em um estabelecimento comercial fora de seu país de residência em um determinado mês de calendário a outros dados transacionais, como gasto médio por portador de cartão, padrões de uso do cartão em estabelecimentos hoteleiros e outros. A Visa usa esses dados para criar modelos econométricos de estatísticas de chegada oficiais compiladas por várias fontes governamentais e gerar estimativas que preenchem as grandes lacunas existentes nos dados de viagem internacionais.

Fontes: Análise de dados VisaNet e VISIT realizada pela Visa Business & Economic Insights. Algumas das outras fontes usadas são a Haver Analytics, a Organização Mundial de Turismo das Nações Unidas e Ministérios do Turismo e outras agências governamentais em países selecionados.

 

Categories: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »