Foz do Iguaçu sediou 2º Salão Brasileiro de Turismo Termal e Spa

O termalismo foi foco  em Foz do Iguaçu. A cidade sediou o 2º Salão Brasileiro de Turismo Termal e Spa. No evento, realizado em paralelo a 12 ª edição do Festival de Turismo das Cataratas, que iniciou dia 28 e prosseguiu até sexta (30), no Rafain Expo Center, os empresários e especialistas debateram o o potencial econômico e medicinal do setor no país, em especial no Destino Iguaçu.

O 2º Salão Brasileiro de Turismo Termal & Spa coontou  com um espaço para a montagem de 12 estandes, destinado à exposição de destinos termais e para empresas que produzem equipamentos para Spas. Uma das atrações deste ano foi a palestra do cientista da cadeira de medicina hidrológica da Universidade Complutense de Madrid, Dr. Francisco Maraver.

Maraver falou  sobre as novas tendências desse segmento no mundo e os potenciais terapêuticos das águas subterrâneas no país, em especial a do aquífero Guarani. Outras autoridades do setor de termas e de segmentos governamentais da saúde, meio ambiente e minas e energia são esperados no evento.

“Uma das pautas do evento foi  o uso direto da energia geotermal na região turística de Foz do Iguaçu, municípios lindeiros ao Lago de Itaipu e Costa Oeste Paranaense, com seus ambientes naturais potencialmente terapêuticos ou salutogênicos. Também foram efetuadas reuniões e conversas sobre a importância e estratégias brasileiras para a realização da TERMATALIA Brasil 2018 em Foz”, explica o vice-presidente da Organização Mundial de Termalismo, Dr. Fabio Lazzerini.

Foz das Águas

Foz do Iguaçu receberá uma edição da Feira Internacional de Turismo Termal, Saúde e Bem-Estar, a Termatalia 2018. São esperados participantes de cerca de 40 países. A candidatura da cidade para receber o evento, realizado pela primeira vez no país, foi proposta pelo Fundo de Desenvolvimento e Promoção Turística do Iguaçu, o Fundo Iguaçu, com apoio da Itaipu Binacional, Embratur, Iguassu Convention & Visitors Bureau, Governo do Paraná através da vice-governadora, Cida Borghetti, e a Prefeitura de Fozdo Iguaçu.

Para o secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, Gilmar Piolla, a realização da feira internacional no próximo ano potencializará uma nova vocação do Destino Iguaçu: o turismo termal, que colocará a cidade em evidência neste segmento.

“ As Cataratas do Iguaçu e a Usina de Itaipu, nossos principais atrativos, geram recursos econômicos para o país, em especial para Foz do Iguaçu, através das águas. Acredito que a realização da Termatalia será um impulso para que o potencial bem representativo de turismo termal em nossa cidade seja explorado, atraindo mais turistas para Foz e região”, disse.

Números

Para Piolla, o investimento no setor termal “movimentará um segmento turístico de qualidade e com um gasto médio alto, fomentando a economia local e abrindo espaço para uma mão-de-obra especializada – fator que proporcionaria uma maior qualificação e conhecimento sobre os benefícios das águas termais.

O mercado brasileiro de SPAs possui receita anual superior à R$ 370 milhões, com aumento de 10% ao ano, em mais de mil estabelecimento, que empregam mais de 8.700 terapeutas no País. Os principais interesses pelas atividades de SPA, especificam-se ao bem-estar, relaxamento, beleza, estética, alimentação, banhos e saunas.

Em Foz, pelo menos dois hotéis aproveitam os benefícios das águas termais – o Recanto Cataratas e o Mabu Thermas Resort. Em Itaipulândia, a 70 km de Foz, o ItaipuLAND HOT PARK, RESORT & SPA THERMAL utiliza as águas para o lazer e investe numa infraestrutura para atender o turista que busca as águas termais pelas propriedades terapêuticas.

Legenda: Lazzerini (à esquerda), Alejandro Carballo (Dir. Termatalia) e Piolla acreditam que a feira internacional fortalecerá o movimento do destino.

Crédito das FotosDivulgação/Itaipu

Categories: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »