Estudantes do IFRN vencem competição e se credenciam para mostra científica nos EUA

Genius, em Nova Iorque, é a maior mostra de projetos voltados para a sustentabilidade

Os estudantes Caio Pereira e Júlia Nunes, do IFRN Natal-Zona Norte, voltaram neste sábado (28) de Novo Hamburgo/RS, onde representaram o Brasil na 32ª edição da Mostratec, considerada a maior feira de ciência e tecnologia da América Latina. Na bagagem, a dupla trouxe o primeiro lugar da categoria Engenharia e Materiais e o credenciamento para a Genius Olympiad, que será realizada em Nova Iorque, Estados Unidos, em junho de 2018.

O evento aconteceu de 23 a 27 de outubro. Para Caio, o alto nível dos concorrentes tornou a vitória ainda mais valiosa. “Foi uma grande surpresa, pois disputamos a credencial com cerca de 700 projetos do mundo todo. Sem dúvida, é uma felicidade enorme trazer essa conquista para o IFRN, enaltecendo o nosso estado, através do incentivo à pesquisa”, contou.

O Projeto Fibrocimento propõe o tratamento adequado da fibra da casca do coco verde, para aplicação em materiais de alvenaria. De acordo com o orientador do projeto, professor Roberto Lima, além da remoção de um vasto agroresíduo existente no Brasil (4o produtor mundial), agregando valor a esse rejeito, o uso da fibra reduz o peso e a densidade da alvenaria, reduzindo também a quantidade de cimento (ou gesso) utilizado na construção civil.

“A adição da fibra de coco na fabricação de material de alvenaria é uma estratégia economicamente viável e sustentável, tendo em vista a redução dos custos das construções de cisternas, coberturas e moradias, com ganho significativo em eficiência energética”, disse Caio. Segundo Júlia, a equipe constatou que, além de aumentar a resistência mecânica da alvenaria, a fibra também tem propriedades de isolamento térmico e reduz o consumo de energia elétrica.

“Mais uma vez o IFRN tem destaque com a garantia da presença de sua representação em evento mundial! Isso só reflete a excelência do ensino na Instituição, resultado do incentivo à pesquisa que estudantes e docentes recebemos dos nossos campi e da Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação”, frisou o orientador do projeto.

Além do Fibrocimento, o projeto SCHD – Spin Coater Hard Disk, de autoria de Camila Acioly, Dayrone Lima e Gabrielly Fonseca, e orientação do professor Jair Fernandes, ficou com o quarto lugar da categoria Engenharia Elétrica. Além de trabalhos do Campus Natal-Zona Norte, a Mostratec 2017 contou também com apresentação de projetos dos campi Ceará-Mirim e Parnamirim, todos focados em soluções para problemas sociais e ambientais.

A Mostra 

A Mostratec é uma feira de ciência e tecnologia realizada anualmente pela Fundação Liberato, em Novo Hamburgo/RS, que se destina à apresentação de projetos de pesquisa em diversas áreas do conhecimento humano, realizados por jovens cientistas do ensino médio e da educação profissional de nível técnico de todo o Brasil e do exterior. ​

Categories: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »