Emirates divulga técnica sustentável de limpeza de aeronaves

Método possibilita economia de mais de 11 milhões de litros de água por ano
Your image description goes here
Emirates utiliza técnica de lavagem a seco, o que reduz a quantidade de vezes que as aeronaves devem ser lavadas (Foto: Divulgação/Emirates)
São Paulo, 6 de junho de 2017 – A Emirates divulgou, por ocasião do Dia Mundial do Meio Ambiente, sua técnica de limpeza de aeronaves ecologicamente sustentável, que permite que a companhia economize milhões de litros de água todos os anos. A Emirates utiliza a técnica de “lavagem a seco de aeronaves”. Como o próprio nome indica, pouca ou nenhuma água é envolvida no processo, contrastando com os métodos convencionais de limpeza de aviões, que normalmente utilizam milhares de litros de água por lavagem.Durante o voo, a aeronave acumula poeira e fuligem em sua superfície externa. Além de fazer com que o avião aparente estar sujo e fique menos atraente, a sujeira acumulada também aumenta o consumo de combustível, uma vez que torna a aeronave mais pesada e menos aerodinâmica. Tradicionalmente, utiliza-se água altamente pressurizada para realizar a limpeza externa do avião de quatro a cinco vezes por ano. Esta técnica gasta a cada lavagem, em média, mais de 11,3 mil litros de água para limpar um Airbus A380 e mais de 9,5 mil litros para um Boeing 777.

Veja este vídeo de um Airbus A380 da Emirates passando por uma lavagem a seco em seu hangar de engenharia em Dubai.Há diversas vantagens de se utilizar esta técnica. A primeira é que a quantidade de água usada para limpar a aeronave é muito baixa. Considerando sua frota de 260 aeronaves, a Emirates economiza mais de 11 milhões de litros de água todos os anos. Além disso, este procedimento assegura que a aeronave se mantenha limpa por um período maior, reduzindo a quantidade de vezes que ela deve ser limpada para em torno de três vezes por ano e diminuindo o consumo de combustível devido ao acúmulo menor de sujeira.

Operacionalmente, possibilita que outros trabalhos de manutenção sejam realizados paralelamente à lavagem a seco, o que não é possível quando a aeronave é lavada com a técnica tradicional devido à sensibilidade dos instrumentos à água.A Emirates está comprometida em ser uma companhia aérea ecologicamente responsável e opera a frota de aeronaves mais nova e com maior eficiência de combustível do mundo. Além do uso da técnica de lavagem a seco, a empresa adotou diversas outras iniciativas de eficiência energética ao longo de sua operação.

Engenharia e manutenção
A Emirates usa uma técnica inovadora de lavagem com espuma para a limpeza dos motores das aeronaves, o que faz com que a companhia aérea economize em torno de 200 toneladas de emissão de dióxido de carbono por ano considerando toda sua frota. Outras iniciativas incluem a instalação de painéis de energia solar fotovoltaica de um megawatt no moderno Centro de Manutenção de Motores da Emirates em Dubai. Os painéis geram mais de 1,8 mil megawatts-hora (MWh) por ano, ajudando a reduzir em torno de 800 toneladas de emissões de dióxido de carbono. A Engenharia da Emirates também instalou luzes econômicas de LED acionadas por sensores de movimento, diminuindo substancialmente o consumo de energia elétrica.Produtos de bordo
A Emirates introduziu cobertores sustentáveis totalmente produzidos a partir de garrafas plásticas recicladas. Utilizando a tecnologia patenteada ecoTHREAD™, cada cobertor é feito a partir de 28 garrafas. A estimativa é que, até o fim de 2019, os cobertores ecoTHREAD™ da Emirates terão reaproveitado 88 milhões de garrafas plásticas de aterros sanitários.

Um futuro mais verde
Por meio de seu programa A Greener Tomorrow (Um Futuro Mais Verde, em tradução livre), a Emirates contribui com o financiamento de organizações sem fins lucrativos em todo o mundo que trabalham para conservar e proteger seus meio ambientes locais. Os fundos para a iniciativa são levantados inteiramente a partir dos programas de reciclagem internos do Grupo Emirates. Para mais informações, veja o Emirates Group Environmental Report 2016-17

Categories: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »