Economia ganha fôlego graças ao carnaval

 

O Carnaval Multicultural de Natal também é um importante “motor” da economia da capital potiguar. Nos dias de festa, as oportunidades de trabalho se multiplicam. De acordo com os taxistas Jussiê Gleidson e Adriano Silva, o movimento praticamente triplicou. “Estamos fazendo muitas corridas com turistas. A cidade está lotada. Além disso, o pessoal daqui também está vindo para as festas. Festas como essa atrai dinheiro não só para a gente, mas para todo mundo”, festejou Jussiê. “Se tivesse uma dessa todo mês seria ótimo pra gente, principalmente em uma crise dessas”, complementou Adriano.

“Estamos fazendo muitas corridas com turistas. A cidade está lotada. Além disso, o pessoal daqui também está vindo para as festas. Festas como essa atrai dinheiro não só para a gente, mas para todo mundo”, festejou Jussiê. “Se tivesse uma dessa todo mês seria ótimo pra gente, principalmente em uma crise dessas”, complementou Adriano.

A economia informal também ganha força por causa do investimento da Prefeitura no carnaval. Graças a isso, mães de família como Edilene Morais, 38 anos, que trabalha como ambulante para sustentar os dois filhos pode garantir recursos.

“O que ganho vendendo minhas bebidas me faz ter condições de sustentar meus filhos. Por isso estou muito feliz nesse carnaval. Tenho vendido bem”, testemunhou.

O trabalho informal também ajuda ao jovem Mateus Silva, 18 anos, que trabalha e estuda. “Nas horas que não estou estudando vendo para ajudar minha família”, revela o jovem que disse ter percorrido quase todos os polos do carnaval esse ano. “Estou indo vender em quase todos. A Prefeitura acertou, pois, estamos conseguindo vender muito bem. Esse ano está ótimo”, disse.

 
Serviços da Prefeitura prestam assistência aos cidadãos

A Prefeitura de Natal está disponibilizando uma série de serviços para os cidadãos em meio à folia do Carnaval Multicultural. A Guarda Municipal, Secretarias de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb), Serviços Urbanos (Semsur), Trabalho e Assistência Social (Semtas), Mobilidade Urbana (STTU), Companhia de Serviços Urbanos (Urbana), Segurança Pública e Defesa Social (Semdes, e outras secretarias estão presentes nos diversos polos da festa.

A equipe da Assistência Social está abordando as pessoas num trabalho de conscientização para combate ao trabalho infantil. “Estamos falando para que as pessoas fiquem atentas à exploração infantil seja do trabalho ou sexual. Entregamos sempre um kit que alerta para que haja denúncias. Nosso trabalho começa às 8h e segue até meia noite”, informou a equipe.

A fiscalização ambiental da Semurb orientava os foliões para que não fossem levadas garrafas ou animas para a área da festa. “Uma garrafa pode causar um acidente ou virar arma caso haja um problema. Já o animal (pet) seja ele grande ou pequeno pode se assustar com a aglomeração e morder alguém”, explicou Iang Chaves, fiscal da Semurb.

Agentes de mobilidade da STTU orientavam o trânsito, enquanto a Guarda Municipal garantia a segurança do público e a Urbana se encarregava da limpeza.

Categories: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »