Bloco dos Garis e Baiacu na Vara encerram os festejos carnavalescos em Natal

Baiacu na vara – foto Alex Regis

A última parada do carnaval de Natal tem hora e lugar certos. É na Redinha que a população da capital potiguar se despede da folia. Nesta quarta-feira de cinzas (14) foi dia de cair na farra e ouvir os últimos acordes das bandas no bloco dos Garis e no tradicionalíssimo “Baiacu na Vara”. A chuva até tentou atrapalhar, mas foi compromisso de honra invadir as ruas da Redinha para fazer a festa.

O Bloco dos Garis desfila pelas ruas da Redinha há 14 anos. A agremiação é formada pelos profissionais que compõe os quadros da Companhia de Serviços Urbanos de Natal (Urbana), além dos trabalhadores terceirizados que também auxiliam na limpeza e conservação dos espaços públicos natalenses. O presidente da Urbana, Cláudio Porpino, acompanhou a festa e disse que depois de muito trabalho a turma mereceu este momento de diversão: “Os nossos garis estão em um ritmo de trabalho intenso desde as prévias carnavalescas e intensificaram o serviço durante o carnaval. Hoje é o momento deles curtirem o carnaval”.

Ana Cristina é a musa do bloco e atua na conservação dos canteiros e praças de Natal. Ela conta que seus companheiros de trabalho contam as horas para chegar a quarta de cinzas para aproveitarem o máximo a festa: “Trabalhamos muito e agora chegou a hora do nosso lazer, afinal de contas nós merecemos”.

Sinônimo de carnaval na praia da Redinha o bloco “Baiacu na Vara” chegou a sua 29ª edição. Com muita irreverência, alegria e descontração os foliões enfrentaram a chuva e desde as primeiras horas da manhã começaram a brincar em frente ao palco montado na Praça do Cruzeiro. A folia correu solta e vai até o final do dia. A banda “Frevo do Chico” foi a responsável por embalar os festejos do bloco mais tradicional da Redinha.

Categories: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »