Biomassa supera usina Itaipu em capacidade instalada de energia 

 
Energia gerada pelo bagaço da cana de açúcar representa quase 90% da produção de bioeletricidade do país

A contratação de fontes renováveis de energia complementares à geração hídrica e que contribuam para a manutenção de uma matriz elétrica limpa é cada vez mais estratégica para o futuro energético no Brasil.

Dentre estas fontes, destaca-se a eletricidade gerada a partir da biomassa da cana-de-açúcar, restos de madeira, carvão vegetal, casca de arroz, capim-elefante e outros materiais derivados.

No Brasil, quase 90% da produção de bioeletricidade vem dos resíduos da cana-de-açúcar. Com alto teor de fibras, o bagaço de cana, desde a revolução industrial, tem sido empregado na produção de vapor e energia elétrica para a fabricação de açúcar e etanol, garantindo a autossuficiência energética das usinas durante o período da safra.

Mas além de atender as necessidades de energia das usinas, desde a década de 1980 o bagaço tem permitido a geração de excedentes de energia elétrica que são fornecidos para o sistema elétrico brasileiro. Em 2017, o setor sucroenergético está fazendo 30 anos de exportação de bioeletricidade para a rede elétrica nacional.

“A capacidade instalada atualmente pela biomassa é de 14.302 megawatts (MW) superando a capacidade da usina Itaipu. Em geral, a biomassa ocupa a segunda posição em capacidade instalada, perdendo apenas para as hidrelétricas”, explica Zilmar de Souza, Gerente de Bioeletricidade da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (ÚNICA).

As regiões com maiores índices de geração estão localizadas nos Estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Goiás, Minas Gerais e Paraná que concentram mais de 90% da bioeletricidade gerada para a rede. “O Nordeste tem grande potencial de desenvolvimento graças ao parque sucroenergético secular instalado na região”, completa Souza, que apresentará um painel durante o All About Energy 2017 sobre os cenários para os biocombustíveis e bioeletricidade.

“Estamos em um momento propício para elaborarmos uma política setorial de longo prazo em especial para a bioeletricidade e biogás advindo do setor sucroenergético. O All About Energy será um espaço importante para discutirmos e delinearmos esta política setorial”, salienta.

O All About Energy será realizado de 04 a 06 de outubro no Terminal Marítimo  de Passageiros de Fortaleza, Ceará. O evento te​m como co-realizadores o CERNE e a empresa All About Eventos. A programação completa e inscrições podem ser feitas através do site www.allaboutenergy.com.br.


SERVIÇO
10ª Edição da Feira e Congresso All About Energy 2017
Data:​ 04, 05, 06 de outubro
​Local: ​Terminal Marítimo de Passageiros de Fortaleza – Porto do Mucuripe

Solicitação de entrevista e informações à imprensa – Daniel Turíbio (assessor de imprensa CERNE | All About Energy)
Email: [email protected]
Telefone: (84) 2010-0340
Celular (Whatsapp): (84) 9.9185-5594

Categories: Tecnologia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »