Airborne Wireless Network presta novas informações sobre o teste de três pontos de aeronave de demonstração de conceito

Após o recebimento da licença experimental da FCC, os testes irão marcar um progresso significativo no desenvolvimento do Infinitus Super Highway?
— A Airborne Wireless Network (OTCQB: ABWN) forneceu hoje novas informações e o cronograma preliminar de seu “Teste de Voo de Aeronave de Demonstração de Conceito” para o desenvolvimento de seu sistema de comunicações ar-ar patenteado, o Infinitus Super HighwayTM. A empresa anunciou recentemente o recebimento de um certificado de operação experimental da Comissão Federal de Comunicações (“FCC” — Federal Communications Commission), arquivo número 0378-EX-ST-2017X, para realizar testes em terra e em voo de seu sistema de demonstração, o que está programado para ocorrer no final de 2017.

Airborne_Logo

A Airborne Wireless Network, junto com suas parceiras estratégicas, está em processo de planejar e organizar seu Teste de Voo de Aeronave de Demonstração de Conceito. A empresa pretende usar dois aviões a jato para realizar rotas de teste nas cercanias de Roswell, Novo México. A Airborne Wireless Network está coordenando o planejamento e realização do teste com suas parceiras estratégicas.

O vice-presidente de Desenvolvimento Negócios e Compliance de Aviação da empresa, Jason T. de Mos, disse: “O objetivo desse teste de três pontos com aeronaves tem o objetivo de confirmar, em microescala, nossa capacidade de operar como repetidora ou roteadora aerotransportada, para enviar e receber sinais de banda larga de uma aeronave para outra, criando uma via expressa (superhighway) digital no céu. Anunciamos recentemente o recebimento de nossa licença experimental da FCC e poderemos começar, agora, nossos voos de teste, o que nos deixa um passo mais próximos do desenvolvimento do Infinitus Super HighwayTM. Estamos ansiosos para colaborar com nossas parceiras estratégicas para concluir esse teste e melhorar as comunicações aerotransportadas em geral”.

Sobre a Airborne Wireless Network         

A empresa pretende criar uma rede wireless aerotransportada em banda larga e alta velocidade, ao interligar aviões comerciais em pleno voo. O projeto indica que cada aeronave participante da rede irá operar como repetidora ou roteadora aerotransportada, enviando e recebendo sinais em banda larga de uma aeronave para outra e criando uma via expressa (superhighway) digital no céu. A empresa pretende que a rede seja uma condutora de internet de banda larga em alta velocidade para melhorar a conectividade da cobertura. A empresa não pretende disponibilizar cobertura em nível de consumo, no varejo, a usuários finais, mas, em vez disso, atuar como uma operadora no atacado, com clientes-alvo tais como provedoras de serviços de internet e companhias telefônicas.

Atualmente, a conectividade mundial é conseguida com o uso de cabos submarinos, fibra terrestre e satélites. A empresa acredita que sua via expressa digital aerotransportada pode ser uma solução para preencher a lacuna de conectividade do mundo. Uma vez que a rede for desenvolvida e totalmente implementada, seu uso pode ser ilimitado. A rede da empresa, uma vez desenvolvida, deve fornecer conectividade em alta velocidade e baixo custo a áreas rurais, ilhas, navios no mar, plataformas de petróleo, além de conectividade para aviões comerciais e privados em pleno voo.

Para mais informações, visite www.airbornewirelessnetwork.com

Observações relativas a declarações prospectivas:

Este comunicado à imprensa inclui “declarações prospectivas”, dentro do significado das disposições de salvaguarda da Lei da Reforma de Contencioso de Valores Mobiliários Privados (Private Securities Litigation Reform Act) de 1995 dos Estados Unidos. Essas declarações se baseiam nas atuais convicções e expectativas da administração da empresa e estão sujeitas a riscos e incertezas significativos. Se suposições subjacentes se comprovarem imprecisas ou se riscos ou incertezas se materializarem, os resultados reais podem diferir substancialmente dos que foram estabelecidos nas declarações prospectivas.

Riscos e incertezas incluem, sem se limitar a: disponibilidade de capital; incertezas inerentes associadas ao desenvolvimento de novos produtos ou tecnologias e à operação como uma empresa em estágio de desenvolvimento; nossa capacidade de levantar o financiamento adicional que iremos precisar para continuar a implementar nossos planos de desenvolvimento de negócios e de produtos; nossa capacidade de desenvolver e comercializar produtos com base em nossa plataforma tecnológica; concorrência no setor em que operamos e no mercado; condições gerais do setor; fatores econômicos gerais; o impacto da regulamentação do setor; avanços tecnológicos; novos produtos e patentes conquistados pelas concorrentes; dificuldades ou atrasos de fabricação; dependência da eficácia das patentes da empresa; e a exposição a contenciosos, incluindo contenciosos de patent es e/ou ações regulamentares.

Categories: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »