18º Festival de Inverno de Petrópolis terá 10 dias de programação gratuita

Parceria entre a prefeitura e o Instituto Dell’Arte vai promover concertos e shows, peça teatral, palestra e oficina

 

            Com uma programação que inclui concertos, shows, peça teatral, recital de poesia, entre diversas outras atrações culturais, a 18ª edição do Festival de Inverno de Petrópolis será aberta no dia 6 de julho. Provido pelo Instituto Dell’Arte, com a parceria da prefeitura, o evento vai até o dia 15 de julho com toda a programação gratuita. Espaços como Theatro D. Pedro, Palácio de Cristal, Praça da Liberdade, Catedral São Pedro de Alcântara, Museu Imperial, Centro de Cultura Raul de Leoni e Casa Stefan Zweig serão os principais palcos de artistas petropolitanos e também convidados de fora da cidade.

Já tradicional no município, a abertura do festival acontece na Catedral, na sexta-feira, dia 6, às 20h, com apresentação da Orquestra Sinfônica CESGRANRIO e do Coral dos Canarinhos de Petrópolis.

Segundo o diretor-presidente do Instituto Municipal de Cultura e Esportes, Leonardo Randolfo, esse é um festival já consolidado no calendário de eventos da cidade e é sempre abraçado por petropolitanos e turistas. “É muito propício e importante para nós um evento como este no momento em que a cidade vive a sua alta temporada. A cultura é muito importante para o desenvolvimento da cidade. Ela é um dos principais produtos do turismo, que é uma atividade de desenvolvimento econômico do município”, destaca.

Alguns dos principais pontos turísticos da cidade recebem uma programação de peso. O Palácio de Cristal, por exemplo, terá a série “SESI Cristal” que já virou tradição no espaço. A edição deste ano tem como título “Herdeiros de Jacob”, projeto criado e dirigido pelo jornalista, ator e diretor Haroldo Costa, que homenageia o centenário do compositor e instrumentista Jacob do Bandolim, com apresentações de grandes nomes como: Joel do Nascimento, Deo Rian, Ronaldo do Bandolim e Henrique Cazes. Oficinas infantis e o concerto de encerramento também estão entre as atrações no local.

O Festival ainda é reconhecido pela integração da sociedade. Na Praça da Liberdade, por exemplo, acontece o ponto alto do 18º  Festival de Inverno: “O Festival vai à Praça”, evento realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, com apresentações de grupos artísticos de alunos da rede municipal.

Para a presidente e fundadora do Instituto Dell’Arte, Myrian Dauelsberg, é fundamental o apoio do poder público: “A prefeitura está fazendo o que pode para nos ajudar. É uma parceria saudável. Vemos que a maioria dos eventos desse gênero foram cancelados, mas é fundamental uma continuidade nos projetos culturais e nós já estamos há 18 anos fazendo esse evento, com crise ou sem crise. Temos muitos parceiros que também confiam no trabalho. Toda a programação é gratuita, temos como meta estimular a cultura”, frisa.

Solidariedade durante o Festival

Durante os 10 dias de evento será realizada a “Campanha da Solidariedade”. Em todas as edições do festival já foram arrecadados mais de 20 toneladas de alimentos não perecíveis. Os mantimentos são entregues pelo Instituto a 17 instituições de caridade. Nesta edição, a meta é continuar ajudando. Para isso, pede-se a doação de 1 KG de alimento não perecível que deve ser entregue nos locais de espetáculos.

Programação variada, mas sem esquecer as raízes do erudito

            De acordo com o diretor-presidente do IMCE, Leonardo Randolfo, o festival ainda mantém suas raízes: “É importante dizer que o festival ainda mantém sua identidade, que nasceu sobretudo dando ênfase à musica erudita. Não esquecendo da música popular, mas conseguindo manter hoje essa identidade. Ter uma programação que contemple isso é um orgulho muito grande. E vale lembrar que nesta edição teremos a apresentação do nosso Coral Municipal de Petrópolis, que foi recentemente reformulado, mas já posso arriscar e dizer que é um dos melhores coros de câmaras do país. Ele vai estar também abrilhantando o Festival de Inverno”, completa.

            Além da Catedral, a Praça e o Palácio de Cristal, o Theatro D. Pedro também faz parte da programação. Lá vão acontecer espetáculos oferecidos pela Fundação CESGRANRIO, como os musicais “Festa no Interior” e “Tributo a Djavan” com Marcus Brandão e “Raízes Indígenas” com o Coral Cênico. Também estão programadas apresentações do Duo Santoro e do conjunto Codex Sanctissima.

            Além dele, outro atrativo turístico, o Museu Imperial, vai ser cenário novamente de uma das programações mais esperadas do evento: “Concertos ao Meio Dia”. O evento conta com a participação de pianistas premiados. O público também vai ser presenteado em “Concertos à Luz de Velas”, com apresentações do Duo Lontano (Alemanha – EUA), Duo Mignone e um recital de flauta e violoncelo com os músicos Geisa Felipe e Hugo Pilger. Outra atração é uma palestra sobre a história do piano intitulada “Grand Piano”, com Estevão Herman, apresentando projeções e gravações exclusivas de grandes nomes da história do instrumento.

Já a peça teatral “Quem é Você” do projeto Teatro nas Escolas, da Fundação CESGRANRIO, apresenta um espetáculo sobre bullying nas escolas, vai estar em cartaz no Centro de Cultura Raul de Leoni.

            E a Casa Stefan Zweig, receberá dois recitais de poesia intitulados “Declamações Comentadas”, oferecidos pela Fundação CESGRANRIO.

Este ano, entre as novidades está a inclusão do espaço gastronômico e cultural Cuba Pub que sediará a série “Música da Serra”,apresentando grandes talentos da cidade em um espaço descontraído e convidativo.

Além da parceria com a prefeitura de Petrópolis, através do IMCE, da Turispetro e da Secretaria de Educação, o 18º Festival de Inverno de Petrópolis conta também com o patrocínio da Águas do Imperador e do Ministério da Cultura. A programação completa pode ser conferida na internet, através do site: www.fipet.net.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »